Não foram só as pessoas que foram surpreendidas com a pandemia do coronavírus. Muitas empresas foram afetadas diretamente pelas medidas de combate à Covid-19 adotadas pelos municípios e estados e não tiveram tempo de definir novas formas de continuar às suas atividades.

Porém, as contas continuaram chegando e os empresários começaram a fazer malabarismos para manter o equilíbrio financeiro do negócio.

Por isso, no post de hoje vamos trazer dicas de como expandir os negócios em tempos de isolamento social e a crise do coronavírus.

O impacto do coronavírus nas empresas

Desde a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Brasil até o início das medidas restritivas impostas pelos municípios e estados, a maior parte das empresas tiveram quedas substanciais nas suas vendas.

Em relação aos pequenos negócios, pesquisa realizada com os empresários no início de abril, 69% declararam queda de faturamento semanal em relação a uma semana normal, com 88% deles declarando terem tido queda no faturamento (Fonte: Sebrae, 2020).

Porém, muitas empresas presentes no varejo online tiveram resultados opostos. Uma pesquisa da Abcomm em parceria com a Compre&Confie mostrou que a Semana do Consumidor (entre 9 a 15 de março) de 2020 teve um aumento de 22% dos pedidos online, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já as categorias que tiveram as maiores variações positivas no volume de pedidos foram:

  • 65%: Saúde;
  • 57%: Beleza e Perfumaria.

Além disso, se analisarmos o e-commerce como um todo, temos que 48,3% foi o aumento do seu faturamento no período compreendido entre março e abril de 2020 em relação ao mesmo período de 2019 (Fonte: Webshoppers 41, 2020).

3 dicas para expandir o negócio durante a pandemia do coronavírus

Assim, podemos perceber que os impactos da pandemia do coronavírus estão sendo diferentes para os diversos tipos de negócios. Por isso, separamos aqui 3 (três) dicas de como expandir o seu negócio durante a crise.

Dica 1: Invista em um aplicativo próprio para o seu negócio

Devido ao isolamento social, as pessoas tiveram que adaptar seus hábitos de consumo e a migração para o digital foi natural, assim como a utilização de aplicativos próprios das empresas. Mas esse hábito não terminará com o fim do isolamento. Uma pesquisa mostrou que 30% das pessoas afirma que irão comprar mais online ou por aplicativos (Fonte: Qualibest, 2020). Por isso, criar um aplicativo exclusivo para seu negócio vai te trazer excelentes resultados.

Dica 2: Empresas com formatos mais enxutos

Muitas empresas, para continuar a sua operação, tiveram que adotar o formato de home office. Apesar de inesperado, esse formato tem agradado muitas pessoas que pretendem manter esse hábito pós-pandemia. Em uma pesquisa da Hibou com a Indico mostrou que 69,3% dos entrevistados pretendem trabalhar de casa, pelo menos, uma vez na semana. Isso acaba gerando uma oportunidade para as empresas de enxugarem sua operação e economizarem com aluguel de sala e toda a infraestrutura, assim como profissionais de outras áreas (como a área de saúde) oferecerem formatos de teleconsultas para os seus pacientes.

Dica 3: Crie um e-commerce para o seu negócio e invista nas redes sociais

A pandemia do coronavírus deixou evidente que as empresas nos formatos tradicionais e analógicos estarão fadadas ao insucesso ainda no curto prazo. Ou seja, investir no canal digital é imprescindível. Além disso, em relação às redes sociais, o consumidor acostumou-se como meio de obter atualizações rápidas e de fontes oficiais sobre as novidades (Fonte: Nielsen, 2020).

Por isso, o momento de se reinventar é agora. Aproveitar esse momento para transformar o modelo de negócio da sua empresa. Quer saber mais como fazer isso e gastar pouco? Fale com um dos nossos especialistas e receba uma consultoria gratuita. Somos uma empresa especializada em soluções digitais. E é isso que a Ubiqui faz: cria soluções para agregar valor ao seu negócio. Para mais informações, entre em contato conosco.